"Disseram-me que o meu filho ainda √© muito pequeno para fazer Terapia da Fala!" ūüėĪ Ser√°??

Afinal, quando se deve iniciar a Terapia da Fala? Uns são da opinião de ser a partir dos 3 outros dos 6 anos mas... é mesmo assim??

Um grande n√ļmero de crian√ßas chega √† Terapia da Fala com mais de 6 anos, porque o Pediatra, a M√©dica de Fam√≠lia, a Educadora ou uma amiga disse que ainda era cedo para fazer Terapia. "S√≥ depois dos 3!", "S√≥ depois dos 6!", "Deixe-o crescer que isso resolve-se por si" ou "Se ainda tiver essa dificuldade quando entrar no 1¬ļ Ciclo ponderamos a Terapia!", ouve-se com frequ√™ncia. Mas, n√£o √© bem assim!


A idade não é fator de decisão para a criança ter, ou não, Terapia da Fala mas sim a necessidade.

A Terapia da Fala trabalha com beb√©s, desde o nascimento, passando por todas as faixas et√°rias at√© √† 3¬™ idade. Ao nascimento, o beb√© pode n√£o fazer uma suc√ß√£o adequada para se nutrir corretamente, por volta dos 6 meses, durante o processo da introdu√ß√£o alimentar, a crian√ßa pode engasgar-se com frequ√™ncia com os alimentos ou ter dificuldade em engolir, com 1 ano ainda n√£o mastiga e s√≥ se alimenta com alimentos passados, com 2 anos n√£o fala nada, com 3 anos diz poucas palavras e n√£o faz frases, aos 4 anos o seu discurso √© inintelig√≠vel, e por ai adiante. S√£o estas, e outras, as situa√ß√Ķes que podem levar uma crian√ßa com menos de 6 anos a ir √† Terapia da Fala.


Quais as causas?

As dificuldades na fala, em crian√ßas, podem ser causadas ‚Äč‚Äčpor v√°rios motivos, como por exemplo, a crian√ßa pode ter uma altera√ß√£o estrutural, na l√≠ngua ou palato (c√©u da boca), o freio curto (pequeno tecido abaixo da l√≠ngua) que pode limitar o movimento da l√≠ngua, problemas motores orais, em que podem ter dificuldade em coordenar os l√°bios e a l√≠ngua para emitir os sons da fala ou ‚Äč‚Äčpor problemas auditivos em que a crian√ßa n√£o faz uma boa discrimina√ß√£o auditiva dos sons da fala, o que afeta tamb√©m a sua produ√ß√£o, entre outros. Assim, √© importante identificarmos a causa para conseguirmos fazer o acompanhamento adequado √† crian√ßa.


Desta forma, não importa a idade que a criança tem, importa sim as dificuldades que apresenta. Quando a criança, independentemente da idade, apresenta uma dificuldade, seja na mastigação, na fala, na linguagem compreensiva ou expressiva, deve de imediato fazer uma avaliação em Terapia da Fala, para que os pais possam tomar a melhor decisão.


Uma decis√£o fundamentada √© uma decis√£o consciente e, sem d√ļvida, a melhor decis√£o!



Texto elaborado por Dra. Vera Angelino

Terapeuta da Fala da Speechy

Serviços Especializados em Terapia da Fala



Posts recentes

Ver tudo